Home > Destaques > Beatriz Morgado, a Pipoca, uma menina especial

Beatriz Morgado, a Pipoca, uma menina especial

À chegada a casa de Zélia Galvão e de Nuno Morgado, em Vila Nova da Barquinha, depressa me deixei contagiar pelo encantador sorriso da Beatriz, a Pipoca Beatriz como é carinhosamente conhecida. Encontrei-a sentada no andarilho, maravilhada com o que visionava no pequeno computador, tal qual, uma criança da sua idade. Beatriz Morgado nasceu prematuramente e foi-lhe diagnosticada paralisia cerebral e uma ataxia associada, (um transtorno neurológico caracterizado pela falta de coordenação de movimentos musculares voluntários e de equilíbrio).

Depois de muitos, muitos exames de despiste, os pais da Beatriz encontram numa clínica médica privada em Espinho, a luz da esperança de ver a Beatriz, um dia talvez, completamente autónoma. Hoje com seis anos as melhoras são muitas e bem visíveis.

 

Ler mais na edição impressa…

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *