Home > Saúde > De médicos (veterinários) e loucos, todos temos um pouco

De médicos (veterinários) e loucos, todos temos um pouco

Golpe de Calor

Por: Telma Gomes

Embora o verão deste ano esteja a ser atípico, o facto é que dias quentes existem sempre. Por isso, hoje falo-vos do golpe de calor, ou insolação. Mais frequentemente associado a situações em que os animais ficam fechados nos carros em dias quentes, o facto é que este problema pode acontecer também por passeios nas piores horas do dia. Mas porque são os nossos animais, particularmente os cães, tão sensíveis a temperaturas elevadas? O problema está na termorregulação, conjunto de mecanismos que o corpo tem para regular a temperatura. Ao contrário do que acontece connosco, humanos, os cães e os gatos não transpiram. Pelo menos, não como nós. Enquanto nós transpiramos pelo corpo todo, eles transpiram apenas, de forma quase vestigial, pela face palmar das patinhas. Então como perdem o calor? Têm muito mais dificuldade. Por um lado, a temperatura corporal deles é mais elevada que a nossa, ronda os 38,5ºC, por outro lado, perdem o calor através da respiração, ou por contacto com superfícies mais frescas. Assim, como posso evitar a insolação do meu animal e, caso suspeite que possa estar a acontecer, como se deve proceder? Evite ter o seu animal exposto a altas temperaturas, sobretudo em espaços fechados, e guarde a atividade física para momentos mais frescos. Proporcione-lhe sombras e tenha água limpa sempre à disposição. Em caso de insolação, poderá notar o seu animal mais letárgico, ofegante, com estado mental alterado, com as mucosas muito vermelhas ou azuladas. Nessa situação deverá dirigir-se imediatamente a um centro veterinário. Deverá também refrescar o animal, mas muito lenta e gradualmente. Coloque-o à sombra, ligue o ar condicionado no caminho para o veterinário, mas não o encharque em água, nem o cubra com mantas molhadas. Um dos principais fatores de morte nestes animais, para além do quadro em si, é a descida muito abrupta da sua temperatura corporal. Este quadro é de mau prognóstico, uma verdadeira urgência veterinária, e há muitos animais que, apesar de todos os cuidados, não resistem. Não facilite e proteja o seu amigo do calor.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *