Home > Vida por cá > Assembleia Municipal votou a criação da nova empresa de tratamento de resíduos

Assembleia Municipal votou a criação da nova empresa de tratamento de resíduos

A 2 de abril a Assembleia Municipal votou a criação da empresa que vai substituir a Resitejo, a RSTJ, Gestão e Tratamento de Resíduos. A empresa também irá ficar a gerir o canil. A criação da nova empresa, que irá substituir a Resitejo, que até aqui tem feito a recolha e tratamento de resíduos, resulta de uma obrigação legal. Sobre isso todos os partidos manifestaram a sua concordância. Porém, quanto aos estatutos da nova empresa, as interpretações dividiram-se. Nuno Guedelha, da CDU, deu o mote, anunciando que a sua bancada não os votavam favoravelmente. Sobre esses, disse, «o articulado suscita muitas dúvidas, nomeadamente relativo ao seu objeto. É inaceitável para a CDU a entrega do sistema em baixa», dizendo ainda que estão preocupados por se deixar aberta a porta à privatização.

 

Ler mais na edição impressa…

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *