Home > Saúde > O Poder secreto da Baunilha

O Poder secreto da Baunilha

Por: Fábio Carvalho

É o meu sabor favorito. Não há nada melhor do que comer um belo gelado de baunilha, um iogurte ou usar o seu aroma para perfumar o meu carro ou o meu quarto. Não há nada que não tenha baunilha onde eu não meta o nariz. É meu chamado “guilty plesure,” traduzindo para bom português, doce tentação. Mas afinal o que sabemos nós sobre a baunilha e que benefícios ela nos pode trazer? Eu fiquei curio- so e durante a minha pesquisa fiquei bastante surpreendido com algumas coisas. A Baunilha é uma especiaria derivada das orquídeas do género Vanilla, que tem frutas que são em forma de vagens. As vagens podem variar em tamanho de 5 a 22 centímetros de comprimento, e são consideradas de qualidade superior quando são maiores. No entanto, as vagens devem ser colhidas à mão precisamente no momento certo para garantir que estão adequadamente maduras. O seu uso é exclusivamente para fins alimentares ou para perfumaria. A família das orquídeas, contém mais 20.000 membros, é a maior família de plantas com flores do mundo! Mas a baunilha é o seu único produto comestível desta grande família. Hernan Cortez, um famoso conquistador espanhol é o responsável por ter introduzido a baunilha na Europa em 1520. Trouxe-a do México, juntamente com o chocolate. A história conta que os conquistadores espanhóis descobriram os dois ao mesmo tempo. A baunilha estava misturada com a bebida que os Astecas chamavam de xocolatl (pronunciase “choque olatl”) servido apenas à nobreza. Para os Astecas, os grãos de cacau e as vagens de baunilha eram usados como moeda de troca. Sabiam que é a segunda especiaria mais cara do mundo? Sim, apenas o açafrão consegue ser mais caro. Dois pauzinhos de vagem de baunilha num dos nossos supermercados chega a custar quase 10 euros. Ao quilo poderá custar cerca de 3000 mil euros. Sim é mesmo isso. A Baunilha Absoluta, a forma mais concentrada de baunilha natural (quase cinco mil euros) é a nota base de longa duração de muitos perfumes famosos como Chanel N.º 5 por exemplo. A baunilha é usada de muitas formas diferentes e não serve apenas para o seu uso na preparação de alimentos, mas também na cura natural. O extrato, em pó, as vagens inteiras e o açúcar de baunilha são as formas mais comuns, estas podem ser transformados em remédios caseiros benéficos a diferentes partes do corpo. Isto é devido à riqueza de nutrientes, compostos orgânicos exclusivos e antioxidantes que as vagens contêm, podendo, inclusive, serem usadas em preparações tópicas. Hoje em dia, a maneira mais fácil de se consumir baunilha é através de seu extrato, um líquido âmbar feito através da infusão de grãos de baunilha em uma mistura de água e álcool, que se pode fazer em casa. Porém a maioria dos extratos comercializados hoje são artificiais e usam como base apenas um dos 171 compostos aromatizantes da baunilha: a Vanilina. É por isso que eles são apenas uma aproximação do sabor real, sem nenhuma das suas subtilezas. É também mais barato que a vagem. Sabiam que a Coca-Cola, é o maior consumidor mundial de extrato artificial de baunilha do mundo? A baunilha trás-nos ainda inúmeros benefícios para a nossa saúde. A saber, pode reduzir os níveis de colesterol no corpo. Isto é muito importante para as pessoas com alto risco de ataques cardíacos e derrames, pois pode ajudar a prevenir a aterosclerose a inflamação nas arté- rias e coágulos sanguíneos. O antioxidantes presentes no extrato da baunilha, especialmente sua alta concentração de vanilina, pode prevenir os efeitos negativos dos radicais livres, como o cancro e doenças crónicas. Previne a acne, acalma a ansiedade e o stress e fortalece o cabelo. Tudo bons motivos para gostarmos da baunilha não é? Só não gostei de saber, segundo publicado num artigo da revista Visão, nem sempre o «aroma natural» a baunilha vêm mesmo da baunilha. É que a secreção a que os castores usam para marcar território – o «castóreo» – tem um aroma muito semelhante, pelo que tem sido usado por fabricantes de perfumes e em alguns produtos alimentares. Eu acho que não quero pensar nisso, se é ou não é, prefiro pensar saboroso e cheiroso aroma da baunilha.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *