Home > Crónicas > Liderança treteira

Liderança treteira

Um grande líder não o é sem ganhar uma eleição! Tampouco o será se fintar a extrema-esquerda e mais tarde se concubinar com outro “chefe” elegido por um reduzido número de partidários. Um grande líder não é alguém que esteja sempre a sacudir a água do capote quando surgem crises e a gabar-se de sucessos decorrentes da conjuntura internacional. Um grande líder não menospreza a maioria dos cidadãos nem inventa estratagemas para os pôr uns contra os outros. Pergunta-se: que legitimidades terão estes líderes para decidirem em nome de milhões de cidadãos? Com as excepções do costume, os portugueses são pessoas honestas e merecem um líder que esteja acima de qualquer suspeita. A corrupção atingiu um nível tão elevado que já ninguém acredita na integridade dos políticos que tomaram de assalto os diferentes patamares da administração. É necessário outro tipo de liderança. O que constatamos é uma sangria dos recursos das famílias. Sobretudo das classes médias. Impostos e mais impostos, multas e mais multas, taxas e taxinhas para financiar a elite que nos malgoverna, os deputados escolhidos pelos partidos e não pelo povo, os administradores das empresas públicas, os reformados de empresas públicas, etc. etc. Apesar do país ser reconhecido em toda a Europa pela dívida soberana e pela corrupção “per capita”, não há jornalismo que investigue a sério esta matéria e são evidentes os fretes que a comunicação social faz à “nomenklatura” governamental. Se isto não é mais um exemplo da escravidão da maioria dos portugueses face à elite que tudo controla, que será esta sujeição? Haverá quem aprove estes enganos, mas também existe uma boa porção de portugueses que estão fartos de ler e ouvir as mentiras e trafulhices destes politiqueiros burgessos. Houvesse jornalistas de outro calibre e logo ficariam a nu as raposas que estão a devorar as aves da capoeira.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *