Home > Teresa Tapadas > COISAS e CENAS & CENAS e COISAS

COISAS e CENAS & CENAS e COISAS

Ó-i-ó-ai …
“Ó-i-ó-ai esta vida é uma cantiga e este dia d’alegria, vale um ano d’aflição” e se não chove é mesmo isso que nos espera. A meteorologia vai anunciando de quando em vez chuva, mas a mesma teima em se fazer rogada e quando aparece, caem uns pingos e já está. E a Mãe Natureza já começa a dar os primeiros sinais de estar “baralhada”. Sim, porque até as mães têm dias assim (até mesmo a Mãe Natureza)! Papoilas a meio de fevereiro? A verdade é que já as vi. E, sim, falo no plural. Vi um punhado delas… debutadas é certo, mas um punhado delas que daria para fazer um bonito ramalhete rubro de papoilas. E é assim o meu Ribatejo. Onde as estações ainda se fazem anunciar. Com o olhar perdido num quadro perfeito de papoilas, margaças e também, nas abençoadas flores das árvores de fruto, sob o majestoso tapete verde que cobre os imensos campos da Golegã, sabemos que a primavera está a chegar. Mas, voltemos ao inverno que é a estação onde estamos. Incrível… dias lindos de sol e céu limpo e com os termómetros a registarem temperaturas máximas entre os 19.º e os 21.ºC, mas inverno. E com ele é tempo de festivais de iguarias como o Sável ou a Lampreia. O calendário cumpre-se, porém os anfitriões chegam do Rio Mondego em vez do Rio Tejo. Pela escassez da água e também dos níveis de poluição. E como se não fosse bastante… as corporações de bombeiros pelo nosso país fora começam a preparar a época de incêndios… Que Deus nos ajude. Num mundo cada vez mais desenvolvido tecnologicamente, não nos esqueçamos de ser cuidadosos com o meio ambiente pois só assim TUDO ISTO EXISTE, TUDO ISTO É TRISTE ( ou mesmo catastrófico), TUDO ISTO são COISAS e CENAS & CENAS e COISAS.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *