Home > Postigo do Concelho > Os fregueses merecem e exigem

Os fregueses merecem e exigem

Por: António Rodrigues

Diz-nos Alexandre Herculano que “A mais bela das instituições que o mundo antigo legou ao mundo moderno, foi o município…”. Não se pode estar mais de acordo. Em boa hora, o governo da Nação decidiu retomar a questão da Descentralização de competências para as Câmaras Municipais valorizando, por isso, o papel desses mesmos municípios. Digo em boa hora, porque fora de cenário de qualquer tipo de eleições próximas, muito em particular de autárquicas. Mais importante ainda é o facto de associado a esta vontade política, também as Freguesias, na pers- pectiva de uma descentralização nacional, verem a sua dignidade institucional reforçada e, mais importante, a reposição e recuperação de muitas que se viram, no passado recente, instituídas em União de Freguesias. Ora, pelas mãos do meu amigo de longa data, Dr. Eduardo Cabrita, o Governo parece querer cumprir o que prometeu, quando o PS era oposição: retomar o quadro legítimo da genuína freguesia, assumindo a plenitude da sua actividade política, enquanto símbolo da instituição de Poder Local, mais próxima das populações. Sabemos e faz sentido que nem todas se possam libertar desse factor de União, muito em particular as das cidades mas, já no caso das fregue- sias rurais, urge que todas, ou quase todas, se autonomizem e prestem os serviços indeléveis que desde sempre ofereceram aos seus fregueses. No caso do concelho de Torres Novas, será impensável que as freguesias rurais agora com estatuto de União, não recuperem a sua independência e identidade própria, na gestão futura dos seus domínios. Quem de direito que trabalhe, tenha autoridade e ande atento; os fregueses merecem e exigem. Nota: Fregueses, são os habitantes de determinada freguesia.
Os

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *