Home > Destaques > O Guardião do Tejo denuncia atentado ambiental

O Guardião do Tejo denuncia atentado ambiental

O ambientalista Arlindo Consolado Marques, natural de Ortiga, concelho de Mação, de 51 anos, associou-se ao movimento PróTejo, tendo já denunciado imensos ataques ambientais na região. Trabalha como guarda prisional em Torres Novas e é para muitos identificado como O Guardião do Tejo. Como tem sido seu timbre em várias entrevistas que já deu, professa o seu amor ao Tejo e garante que não vai desistir de o defender.

No dia 25 de janeiro, Arlindo Marques fez mais uma denúncia de poluição no Tejo que se tornou viral e abriu os telejornais, obrigando o ministro a deslocar-se a Abrantes por causa do atentado ambiental de que o rio foi alvo. Poder-se-á dizer que não foi Arlindo Marques que obrigou o ministro a ir “in loco” ver a dimensão do problema, mas lá que teve uma grande influência na divulgação do que se estava a passar, disso não restarão dúvidas. O Almonda já tinha agendado uma conversa com o ambientalista que manteve o compromisso com o nosso jornal, apesar de ter sido muito solicitado por toda a comunicação social nesse dia.

 

Ler mais na edição impressa…

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *