Home > Armando Rebelo > Requiem por um homem bom

Requiem por um homem bom

Na última edição do Almonda, tudo já foi dito quanto à enorme perda de um Homem, com H grande, que foi de uma vivência humanista, jornalista, também ele de uma escola onde eu aprendi o que é o dom de uma profissão, sacerdócio, que entronca numa genética própria. Mas a Vida tem as suas leis e no Jornal do Céu, fazia falta um jornalista com a credibilidade intocável que tinha o Sr. Canais Rocha.

O bom Papa Francisco e a poderosa opulência da Cúria Romana
Os homens bons estão sempre acima das sociedades medíocres onde estão inseridos. Francisco é o primeiro Papa Jesuíta da História da Igreja Romana. Este Argentino é hoje um exemplo duma humildade invulgar perante os seus fiéis, mas também no contexto de um mundo perturbado de interesses poderosos ao serviço do grande capital e não só. No Vaticano, estado independente, membro da ONU, existe contudo uma Cúria onde vários Cardeais que se consideram intocáveis, possuídos de um conservadorismo ilimitado. Mas Deus «escreve direito por linhas tortas» e o Papa Francisco é hoje o sucessor de Pedro e de tantos outros santos e pecadores que não se importa de afirmar: «se uma pessoa é gay e procura o Senhor quem sou eu para julgá-lo» e mais «somos muito controladores da fé em vez de facilitadores». Que maior exemplo de humanismo está contido neste homem de uma sensibilidade e bondade sem precedentes. Porém a Cúria Romana, conservadora, liderada pelo Cardeal Raymond Burke, Senhor Maior, símbolo do Poder que se opõe às reformas já feitas e desejadas pelo bom Papa Francisco. Mas o que é certo é que o Papa está ao leme de uma nau em Mares de Monstregos. O que se poderá passar? Mas não será que a vida deste Papa não está em risco? E porque nada acontece por acaso, questiono: Para que tanta opulência e ostentação, que desejam manter os membros da mais alta hierarquia do Vaticano? Cristo pagou com a morte as verdades que pregou à Humanidade. E agora Francisco irá terminar o seu papado como? Tenho receios justificados…

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *