Home > Ana Correia > Começar bem o ano

Começar bem o ano

Se o ano 2017 terminou da melhor maneira para o Clube Desportivo de Torres Novas, também este novo ano de 2018 teve início marcado pelo sucesso, uma vez que os amarelos golearam o Samora Correia por 6-1, resultado esse que motivou a equipa e também os adeptos. Numa partida que colocou frente a frente o sexto e oitavo classificados, que se encontravam separados apenas por dois pontos, o Torres Novas foi o justo vencedor. A equipa comandada por Nando Costa entrou em campo marcando logo terreno e mostrando superioridade, dando desde cedo trabalho ao guarda redes do Samora Correia, que acabou por sofrer golo aos 6 minutos, não ficando este isento de culpas. Mantendo o seu tipo de jogo, o CDTN não deu grandes hipóteses à equipa visitante e, para um resultado mais confortável alargou a vantagem aos 16 minutos. Mas o Samora Correia quis mostrar que não se estava a ir a baixo com a desvantagem e chegando ao minuto 30 fez aquele que viria a ser o seu primeiro e único golo nos 90 minutos. Numa equipa determinada e experiente como é a do Torres Novas não foi esse golo que desmotivou, antes pelo contrário. Sem perder muito tempo, passados 4 minutos de sofrer o golo, Paz Miguel marcou o 3-1 e veio dar provas de que os seus 46 anos nada significam na hora de entrar dentro de campo e ser eficaz, como é na grande maioria das vezes. Estando num resultado favorável os homens do Torres Novas iam gerindo a vantagem, criando ainda alguns lances de perigo e claro acabaram por surgir ainda mais três golos. Aos 56 minutos o jovem Ivan bisou na partida, tendo conseguido fintar o guarda redes. No minuto 76 Fábio Timor marcou um excelente golo causando enorme satisfação aos adeptos presentes no Estádio Municipal Dr. Alves Vieira. No minuto seguinte coube a Micael bisar na partida fechando assim a goleada Torrejana. Quanto à equipa de arbitragem, composta por Filipe Cor- reia, João Imaginário e Rita Marques ainda que lhes possam ser atribuídos alguns erros não comprometeram o resultado final. Nos últimos jogos, os amarelos têm demonstrado em campo, garra, determinação, eficácia e empenho e os resultados são o reflexo disso mesmo.Se o ano 2017 terminou da melhor maneira para o Clube Desportivo de Torres Novas, também este novo ano de 2018 teve início marcado pelo sucesso, uma vez que os amarelos golearam o Samora Correia por 6-1, resultado esse que motivou a equipa e também os adeptos. Numa partida que colocou frente a frente o sexto e oitavo classificados, que se encontravam separados apenas por dois pontos, o Torres Novas foi o justo vencedor. A equipa comandada por Nando Costa entrou em campo marcando logo terreno e mostrando superioridade, dando desde cedo trabalho ao guarda redes do Samora Correia, que acabou por sofrer golo aos 6 minutos, não ficando este isento de culpas. Mantendo o seu tipo de jogo, o CDTN não deu grandes hipóteses à equipa visitante e, para um resultado mais confortável alargou a vantagem aos 16 minutos. Mas o Samora Correia quis mostrar que não se estava a ir a baixo com a desvantagem e chegando ao minuto 30 fez aquele que viria a ser o seu primeiro e único golo nos 90 minutos. Numa equipa determinada e experiente como é a do Torres Novas não foi esse golo que desmotivou, antes pelo contrário. Sem perder muito tempo, passados 4 minutos de sofrer o golo, Paz Miguel marcou o 3-1 e veio dar provas de que os seus 46 anos nada significam na hora de entrar dentro de campo e ser eficaz, como é na grande maioria das vezes. Estando num resultado favorável os homens do Torres Novas iam gerindo a vantagem, criando ainda alguns lances de perigo e claro acabaram por surgir ainda mais três golos. Aos 56 minutos o jovem Ivan bisou na partida, tendo conseguido fintar o guarda redes. No minuto 76 Fábio Timor marcou um excelente golo causando enorme satisfação aos adeptos presentes no Estádio Municipal Dr. Alves Vieira. No minuto seguinte coube a Micael bisar na partida fechando assim a goleada Torrejana. Quanto à equipa de arbitragem, composta por Filipe Cor- reia, João Imaginário e Rita Marques ainda que lhes possam ser atribuídos alguns erros não comprometeram o resultado final. Nos últimos jogos, os amarelos têm demonstrado em campo, garra, determinação, eficácia e empenho e os resultados são o reflexo disso mesmo.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *