Home > Colaboradores > Eduardo Bento > Que venha 2018

Que venha 2018

Despede-se o ano de 2017. Deixa algumas saudades, mas também motivos para dele nos lembrarmos como um tempo de marcas muito negativas, algumas de dolorosa memória.
Houve melhorias económicas, melhorou o emprego. Sem dúvida que o clima de desanuviamento social foi uma realidade, o que nos traz um ar de esperança.
Entretanto, passou o nosso país por momentos dramáticos que tanto sofrimento causaram e cujos efeitos certamente se farão sentir por muito e muito tempo. Com efeito, os incêndios trouxeram morte e destruição que ficarão como ferida aberta. Mas a tragédia foi também ocasião de muitas respostas solidárias e o sinal de que o homem sabe marcar presença quando o outro, por circunstâncias da vida, apela ao socorro e à ajuda. E temos que aqui referir que o Presidente da República soube marcar presença e ser voz e exemplo congregador da nossa sociedade.
O ano de 2017 foi também marcado por dura e impiedosa seca. Talvez um aviso para o homem arrepiar caminho na sua nefasta acção causadora das alterações climáticas. Ainda haverá tempo de salvar a Terra dos desmandos provocados pelo homem?
2018 será o ano da celebração do aniversário do jornal O Almonda. Cem anos, um percurso, uma presença com História que merecem celebração.
Então, que venha 2018 e que a casa, a casa de todos nós, se encha de esperança.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *