Home > editorial > Natal de Immanuel

Natal de Immanuel

E se neste Natal voltássemos a ser crianças? E se num só instante, olhássemos para tudo, com a perspicácia de um recém-nascido? No que nos tornaríamos? Mas como não… no que nos tornamos então?
Adultos ou adulterados pelo mundo dos grandes? Soberanos ou apenas soberbos? Pacíficos ou apenas acomodados? Tolerantes ou apenas rígidos? Ricos ou apenas repletos de consumo? Firmes ou apenas inflexíveis? Inteligentes ou apenas espertos? Fortes ou apenas truculentos? Experientes ou apenas aprisionados nos nossos costumes? Trancados no domínio das nossas conquistas, como os Estados Unidos dentro do seu império. Reclusos nos nossos afazeres, como
Putin nos seus palácios de Moscovo. Impenetráveis, como a China atrás das suas muralhas. Indiferentes como Alemanha, França e Inglaterra, nos seus projetos de união europeia que, como as hospedarias de Belém, não guardam nenhum espaço mais para o inesperado e o que poderia vir e ainda ser. Apenas mudamos isto e teríamos em nossas vidas o Natal de Immanuel.
E se saíssemos das fortalezas da nossa normalidade e, quais pastorinhos na noite, olhássemos para a vastidão do infinito que cobre o planeta. E se contemplássemos as estrelas do céu que ornam de singeleza o escuro da noite. E se brilhassem os nossos olhos, como brilham as estrelas, na delicada melodia da nossa solidão no universo.
E se admirássemos o mundo com a simplicidade dos olhos de uma criança e, com tais olhos, observássemos, mais que as aparências, o profundo (cora- ção) de todas as coisas. Veríamos, seguramente, na insignifi- cância de Belém da Judeia, no último de todos os filhos de Jessé, um grande rei (David).
E num menino envolto em faixas, numa manjedoura, Deus Connosco (Immanuel).
Aqui tem início o Cristianismo, que, segundo um de seus primeiros relatos, nada mais é do que o mistério da simplicidade, que é um voltar a ser criança!
Durval Baranowske, diretor

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *