Home > Saúde > De médicos (veterinários) e loucos, todos temos um pouco

De médicos (veterinários) e loucos, todos temos um pouco

Toxoplasmose. Muitos de nós já ouvimos falar, sobretudo as senhoras grávidas. É uma doença parasitária que, se contraída durante a gravidez, pode provocar malformações fetais graves, e até mesmo abortos. Normalmente, são os gatos a fonte de contaminação mais rapidamente associada à doença. Mas sabia que o gato não é o único portador e que a carne mal cozinhada e os legumes são as principais fontes de infeção? Vamos por partes: a toxoplasmose é provocada por um pequeno parasita, o toxoplasma, que tem como hospedeiros definitivos (final) o gato e outros felídeos. Como se propaga? Os pequenos “ovos” (oocistos) destes parasitas são eliminados nas fezes dos felídeos, e poderão contaminar os chamados hospedeiros intermediários (desde ratos e pássa
ros, a ovelhas, cabras e suínos, passando pelos humanos) que os ingerirem, através de terra ou plantas contaminadas. Por sua vez, o gato, ao alimentar-se destes animais, seja de toda a carcaça, seja de pedaços de carne crua, infeta-se e assim se completa o ciclo. E nós, onde entramos? Voltemos aos “ovos”: depois de saírem nas fezes, ainda ficam durante 24-72 horas numa espécie de período de maturação, durante o qual são inofensivos. Significa isto que, se as fezes do seu gato forem retiradas com os devidos cuidados de higiene da caixa de areia, todos os dias, a probabilidade de nos contaminarmos é praticamente nula. Contudo, se os legumes que compramos estiverem contaminados, não temos forma de saber há quanto tempo. É daí que surgem muitas infeções, sobretudo em países com medidas de saneamento deficientes, onde a toxoplasmose é mais frequente. Esta é uma forma de nos contaminarmos. A outra forma mais comum é através dos hospedeiros intermediários, recordam-se? Nestes, o parasita aloja-se no músculo, e infetamo-nos através da ingestão de carne mal cozinhada. Continue a dar festas ao seu gato durante a gravidez e a usufruir do seu ronronar. Sabe, não conheço uma única veterinária que seja positiva ao toxoplasma, e todas as colegas grávidas com quem trabalhei exerceram quase até ao parto, sem restrição de contacto com os nossos amigos felinos. Redobrar os cuidados de desparasitação e vacinação do seu animal, bem como de higiene, sobretudo no que diz respeito aos alimentos, e cozinhar muito bem a carne. De resto… felicidades!

* Médica veterinária telmaveterinaria@gmail.com

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *