Home > Ana Correia > Torres Novas mantém a esperança

Torres Novas mantém a esperança

No jogo da 2ª jornada da Taça do Ribatejo, o Torres Novas demonstrou em campo a sua qualidade, goleando o Tramagal Sport União por 4-0. As diferenças entre as equipas são notórias, talvez por isso, Nando Costa tenha feito uma aposta no onze inicial com algumas diferenças, deixando alguns titulares habituais no banco. O clube da casa começou de forma superior na partida e assim se manteve ao longo dos 90 minutos. Quanto ao Tramagal, foram notórias as dificuldades técnicas e táticas, talvez por isso não tenha conseguido chegar ao golo. Os torrejanos dificultaram a vida ao guarda-redes do Tramagal, já que, por diversas vezes, ameaçaram com perigo a sua baliza. E sem admirar, cedo os amarelos se adiantaram no marcador. Logo aos 18 minutos o capitão do Torres Novas remata para o fundo da baliza do Tramagal e assim se iniciava a goleada. Apesar da desvantagem a equipa visitante não baixou os braços e dentro das suas capacidades, foi sempre tentando chegar ao golo. A sorte parecia estar do lado dos amarelos que beneficiaram de uma grande penalidade, bem assinalada pela equipa de arbitragem. Coube a Tiago Vieira a responsabilidade de bater o penálti e saiu-se bem, fazendo o 2-0. Como não há duas sem três, 5 minutos depois surge o 3-0 por intermédio de João Magalhães, que finaliza uma jogada organizada pela equipa da cidade. Resultado foi ficando cada vez mais seguro e confortável para a equipa de Nando Costa. Na segunda parte, o Tramagal volta a não ter capacidade de diminuir a desvantagem, porém mostrou garra e quis dar a volta ao resultado. Já pouco se esperava do jogo, mas ainda assim a bola é redonda e tudo pode acontecer quando se fala em futebol. Sem hesitação, Tiago Vieira bisa na partida, aos 63 minutos, fechando assim o resultado. Com esta vitória o Torres Novas mantém a hipótese de passar à próxima fase. Num jogo em que os nossos amarelos tiveram sucesso foi pena não haver muitos adeptos nas bancadas do Estádio, a puxar pela equipa e a festejar com ela. O resultado foi justo, sobretudo pela acentuada superioridade torrejana no decorrer da partida.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *