Home > Colaboradores > Joaquim Canais Rocha > Dar atenção à cidade

Dar atenção à cidade

Agora que as eleições autárquicas já se realizaram, seria interessante que os partidos concorrentes retirassem os seus cartazes da via pública. A cidade necessita de outra cara e que se coaduna com a sua beleza. Tivemos agora a Feira dos Frutos Secos com milhares de forasteiros na cidade e de certeza que não gostaram de ver tantos cartazes de propaganda política. Alguns torrejanos que gostam da cidade como nós, fizeram-nos chegar esse desejo de limpar a cidade de cartazes. Não era necessário falar nisto porque é uma obrigação de quem suja limpar. A câmara torrejana tem feito um esforço no sentido de valorizar a Feira dos Frutos Secos internacionalmente. E nesse sentido a Televisão Nacional esteve mais uma vez presente a divulgar para todo o mundo a cidade de Torres Novas. Só nos resta felicitar o Município Torrejano pela sua visão de futuro. Os nossos leitores com quem falamos continuam a dizer que o Jornal está melhor, em todos os sentidos. Já era tempo de mudar. O único reparo que nos fazem é de que as nossas aldeias mereciam um tratamento
especial. Há assinantes, especialmente emigrantes, que nos dizem que o Jornal não traz notícias da sua terra. O Jornal chegou a ter muitos correspondentes, alguns faleceram e outros a idade já não permite escrever. Hoje é um pouco difícil encontrar pessoas disponíveis para acompanhar as actividades da terra. De vez em quando lá surge alguém a dar notícias. Mas é muito pouco. O Jornal tem que procurar outras formas de chegar a essas populações. Mas deixemos esse facto e falemos dos turistas que nos visitam. É com muito agrado que ouvimos nos fins de semana, muitos elogios a Torres Novas, com o Castelo e o Rio Almonda a merecerem as referências principais. O Jardim das Rosas é um ponto obrigatório de passagem. As coisas levam o seu tempo para se realizarem. Tudo na vida tem um prazo e a nossa câmara tem procurado fazer o que é possível dentro desse prazo. O Centro Histórico não pode ser esquecido e são necessárias medidas concretas para eliminar as habitações degradadas que nos chocam diariamente.
P.S. – Os cartazes da cidade começaram a ser retirados

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *