Home > Ana Correia > A 1ª derrota no campeonato

A 1ª derrota no campeonato

O Torres Novas perdeu em casa frente ao Ouriense na 3ª jornada do campeonato cedendo assim os seus primeiros três pontos, num jogo dominado na sua maioria pela equipa de fora. Os amarelos não poderiam ter entrado pior na partida, tendo sofrido um golo aos 40 segundos por autoria de um ex-jogador da casa. O Torres Novas procurou responder ao golo, no entanto não conseguiu causar perigo para a baliza de Hélio. Como se diz tradicionalmente “equipa que não marca sofre”. E assim foi. O Ouriense aumentou a vantagem, desta vez coube a Cláudio Major, também ele um ex-amarelo, rematar com sucesso para a baliza de Rui Galrinho. A equipa de Ourém confortável com o resultado não diminui a intensidade de jogo mantendo sempre foco e determinação em campo. Já aos amarelos cabia a responsabilidade de dar a volta ao resultado e dar alegria aos adeptos presentes, que aos poucos iam ficando desanimados com a prestação torrejana. Em desvantagem e com o aproximar do intervalo os amarelos iam quase reduzindo o resultado, com um lance de Iuri que fez tremer a baliza do Ouriense, mas ainda assim as equipas seguiram para o balneário sem alteração no resultado. Na segunda parte, os pupilos de Nando Costa começaram de forma superior no jogo. Aos 47 minutos, João Magalhães fez explodir de alegria os adeptos torrejanos com um excelente golo, tendo a bola entrado no ângulo superior da baliza. A equipa estava motivada e acreditava numa reviravolta no marcador. Já o Ourém não se deixou intimidar pelo golo que voltou a pôr o resultado em questão. O treinador Mário Nelson, que assistiu ao jogo na bancada, por se encontrar a cumprir castigo, manteve sempre a ordem dentro de campo, dando várias indicações aos seus jogadores. Os amarelos não estavam a conseguir chegar ao empate e aos 80 minutos essa tarefa ficou ainda mais complicada, uma vez que voltaram a sofrer golo por intermédio de Rui, que finaliza a jogada, onde o guarda-redes do Torres Novas não fica isento de culpas. Quanto à equipa de arbitragem, apesar de não existirem grandes lances polémicos não conseguiram tomar pulso do jogo. A vitória espelha a superioridade da equipa de Ourém durante a partida.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *