Home > Ana Madureira > Para quem educa

Para quem educa

Numa destas noites, num jantar num restaurante, sentam-se na mesa ao lado da minha duas mães e as suas duas crianças. A conversa acende-se num tópico: os trabalhos de casa que as professoras enviam às crianças. Foi um disparate de argumentações e, pelo meio saiu ao miúdo “A professora de Português não presta para nada”. Fiquei petrificada. Como é que uma mãe permite à sua cria, àquele ser que ela educa, tamanha crítica? Entretanto, a conversa acendia-se mais. Estava eu visivelmente irritada e a minha companhia perguntou-me “O que se passa?” e eu respondi “Bolas, não ouves?! Depois chegam à escola mal-educados e a culpa ainda é dos professores!”. Não tardou muito para que a conversa animada fosse interrompida quando a empregada de mesa serve os pratos e o menino afirma “Finalmente! Estava a ver que não! Tanto tempo!”. Eu fui ficando cada vez mais incomodada com aquilo. A mãe limitou-se a perguntar “Então, o que é isso?”. Pensei eu que acalmariam. Pioraram. A mãe do menino falava mal de uma professora de Inglês, das suas metodologias, das suas aulas, dos materiais que pede aos alunos. A outra mãe virou-se para a outra criança e disse, acerca dos trabalhos de casa: “Olha, quando for assim, dizes à professora que para o teu desenvolvimento intelectual precisas de ter tempo para brincar”. Os miúdos não deveriam ter mais do que uns 10 anos. Piorou para mim o cenário quando percebi que uma das mães é professora e Diretora de Turma… No dia 5 de outubro, comemorou-se o Dia Mundial do Professor. E esta é a história de uma mãe que é professora e que fala mal das colegas e das professoras da sua criança, à frente dela, com ela. Mais respeito, por favor. Um pedido para quem educa: mais contenção, mais respeito e mais cuidado com o que se transmite às crianças. Porque mais tarde ou mais cedo a sociedade vai pagar por isso (incluindo os pais) e não existem pensos rápidos para curar problemas de imagem que têm origem na educação.

Dona Imagem

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *