Home > editorial > O debate que nos dá asas

O debate que nos dá asas

Abrimos mais este “à janela” para dizer ao leitor que foi um privilégio participar em mais um evento histórico do jornal “O Almonda”. Refiro-me ao debate das autárquicas de Torres Novas, ocorrido no dia 25 de setembro. A última vez em que “O Almonda” se propôs assumir um debate já foi há duas decádas. Coube-nos imaginar, estudar e programar um debate inteiramente diferente, que expressasse o retrato contemporâneo e amplamente adaptado ao nosso tempo. No final, o público que encheu o auditório da Biblioteca Municipal ficou satisfeito e entendeu o projeto, aplaudindo-o quando foi anunciado o seu fim. Se fossemos ensinar a uma criança o interesse pela política, não começaria com palestras, propagandas ou pontos de vista. Ouviríamos juntos os debates de rádio e depois os leríamos em jornais. Aí, encantada com a beleza das palavras ouvidas e lidas, a própria criança nos pediria que lhe ensinássemos os caminhos da política. Porque os caminhos da política são apenas ferramentas para a produção da harmonia social. Mas a experiência dos debates tem de vir antes. Há debates que são gaiolas e há debates que nos dão asas. Os debates que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do voo. Pássaros engaiolados ficam sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados têm sempre um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o voo. Há debates que nos dão asas e neles não voam pássaros engaiolados, nem papagaios anárquicos, pois o papagaio não voa, nem debate, só repete o que manda o dono. Mas o que os pássaros amam num debate é o voo. Os debates existem para dar coragem para voar. Ensinar a voar, isso os debates não podem fazer, porque o voo já nasce dentro dos pássaros. O voo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado. E foi isso que “O Almonda” tentou fazer. Encorajar-vos para novos voos.

Durval Baranowske, diretor

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *