Home > Saúde > De médicos (veterinários) e loucos, todos temos um pouco

De médicos (veterinários) e loucos, todos temos um pouco

Hoje escrevo-vos a propósito do Dia Mundial da Doença de Alzheimer, celebrado anualmente a 21 de setembro. E como poderá isso estar relacionado com a Medicina Veterinária, poderão perguntar-se? Também nos nossos cães, a Doença de Alzheimer, mais corretamente designada em veterinária por síndrome de disfunção cognitiva, tem sido estudada, sobretudo por apresentar características fisiopatológicas em tudo semelhantes à doença encontrada nos humanos. Muitas vezes, oiço: “O meu cão está a ficar velho, é normal já não me reconhecer, ou não se lembrar de ordens e de comportamentos que já eram habituais e padronizados.” Bem, deixem-me dizer-vos: não, não é normal! É patológico. Existe envelhecer com saúde, e existe envelhecer com doenças. A síndrome de disfunção cognitiva é uma delas. A instalação da doença é silenciosa e, quando os sinais clínicos mais óbvios começam a ser notados, já se produziram no cérebro lesões irreversíveis, que explicam o carácter crónico e progressivo desta síndrome. Contudo, a sua progressão pode ser atrasada, através de estímulos ambientais, como passeios e treinos, e de medicação neuroprotetora.
A que sinais devo estar atento? Começam por ser alterações discretas, como desorientação e alterações na interação com outros animais e com o dono, até se tornarem mais evidentes, como alterações nos padrões de sono, nos níveis de atividade diária e nas “idas à casa de banho”. Tenha em atenção que outros problemas de saúde podem provocar estes sintomas, o que torna o diagnóstico tão desafiante. Há situações em que este problema afeta não só a qualidade de vida do animal, mas também do dono, pelo que é ainda mais importante o acompanhamento veterinário, sobretudo numa época em que a esperança média de vida dos nossos animais tem vindo a aumentar, graças aos melhores cuidados de saúde. Lembre-se: envelhecer, mas com qualidade de vida. Fale com o seu veterinário, muitas vezes, existem planos de saúde para os nossos geriátricos, que incluem sessões de esclarecimento com os donos e check-ups básicos. Prevenir, já se sabe, é o melhor remédio. Se tiver dúvidas, ou quiser saber mais sobre algum tema, por favor, contacte-me para o e-mail disponibilizado: telmaveterinaria@gmail.com.

* Médica veterinária telmaveterinaria@gmail.com

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *