Home > Teresa Tapadas > COISAS e CENAS & CENAS e COISAS

COISAS e CENAS & CENAS e COISAS

Por: Teresa Tapadas

Rainha ou Princesa?
A festa do nosso jornal aconteceu e tivemos de usar indumentária à altura.  Condessa. Condessa de Riachos.  Uma grande gargalhada ecoou na Porta Grande do Campo Pequeno. Apesar de ser sexta-feira era noite de toiros – Corrida de Toiros à Portuguesa Comemorativa dos 125 anos. Ouvimos a Charanga a cavalo da GNR e os fadistas Camané e Nathalie. Combinação perfeita – toiros e fados. Mas, voltemos à gargalhada. Um casal vestido como se o tempo tivesse recuado 125 anos, cumprimentou-nos com um efusivo boa noite, sejam muito bem vindos! Olhei-os, sorri e não resisti a dizer-lhes, que bonitos que estão! Ao que o Senhor, fazendo-me uma ligeira vénia me retorquiu, muito obrigado Senhora Condessa. Eis o motivo! A gargalhada foi maior porque um ou dois dias antes, na brincadeira, chamei ao amigo com quem estava a entrar na praça, Príncipe! Príncipe de Entrecampos. E ele que não é de se deixar ficar logo me disse – e tu!? Condessa. Condessa de Riachos.  Chic. Não… prefiro muito mais o adjetivo elegante. Sempre que tenho de escolher uma roupa penso na máxima menos é mais . Como é possível olhar para um quarto de vestir/ /closet apinhado de vestidos curtos, compridos, saias, corpetes, xailes de agasalhar e de festa, fatos de equitação à antiga portuguesa, trajes do rancho para além da roupa casual do dia a dia e ter a sensação que não tenho nada para vestir… Socorro. Calma. Não há motivo para pânico. Como de costume no próprio dia, alguma coisa se há de arranjar. Pois, mas nesse dia, além da festa no Castelo tenho também o concerto no Virgínia a encerrar o EJIT2017, com a participação especial do maestro holandês Jacob de Haan. Ok, ok, ok. Recapitulando: Ensaio geral no Virgínia às 15 horas, festa no Castelo às 17 horas, jantar às 19 horas, concerto às 21:30 horas, com uma passagem rápida por Riachos para ir buscar a minha mãe. Sempre ouvi dizer que tudo se faz e quando é com boa vontade ainda melhor… E estas palavras levam-me de imediato para a festa do nosso jornal no Castelo da nossa cidade de Torres Novas. Parabéns uma vez mais ao nosso diretor Senhor Padre Durval e a toda a sua equipa. O novo jornal “O Almonda” teve uma festa muito bonita e que acima de tudo primou pelo ambiente elegante, formal q.b.,  mas acima de tudo muito familiar.  Aqui ergo novamente a minha taça ou será taxa!? (quem esteve no castelo, entende a piada) e brindo a nós, pois tudo isto existe, tudo isto é triste (nem sempre), tudo isto são COISAS e CENAS & CENAS e COISAS.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *