Home > Ana Madureira > Chique é Saber Estar

Chique é Saber Estar

 A imagem é a nossa marca e temos que nos preocupar cada vez mais com ela.

Uma das máximas que sigo é a de Epicuro: “Faz tudo como se alguém te contemplasse”.

Não a sigo com obsessões nem loucuras, mas esta máxima cria um compromisso comigo mesma de tentar estar sempre à altura de cada situação, evento e companhia.

Há situações familiares, profissionais, entre tantas outras.

Num só dia, posso ser amiga, colega, professora, conselheira de imagem, oradora, fotógrafa, Relações Públicas.

E sou sempre a mesma Ana, mas com alguns cuidados específicos em cada uma das situações.

Voltando ao tema do cocktail que está para breve, situações sociais como esta criam alguma pressão e nervosismo em muitas pessoas, sobretudo se forem ao evento sozinhas. Porque não sabem quem vão encontrar, porque não sabem se vão dar nas vistas, porque não sabem o que fazer.

Conselho número 1: visite o local antes de ir ao evento. Crie uma ligação ao local, perceba os seus cantos e recantos e sinta-se confortável com ele.

Conselho número 2: leia atentamente o programa que recebeu com o convite. O pior que pode fazer é ir a um evento às cegas, sem saber o que vai acontecer.

Conselho número 3: vista-se bem, de forma adequada mas confortável (leia nas edições anteriores os meus conselhos para outfit de homem e mulher).

Conselho número 4: não chegue com muita antecedência, mas também não chegue atrasado. Embora em Portugal tenhamos esse hábito, as horas e os programas existem para alguma coisa.

Conselho número 5: no dia, no evento, seja você mesmo. Participe de forma descontraída, se tiver alguma dúvida questione a organização, conviva de forma sincera (mesmo nas conversas de circunstância, não tente ser alguém que não é só para impressionar). Não está no evento para ser o centro das atenções, mas para se divertir e conviver com os restantes convidados. Coma e beba com moderação.

Conselho número 6: divirta-se e não mande lixo para o chão.

Chique? Chique é saber estar.

 

 

 

 

 

 

Por: Ana Madureira

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *