Home > Saúde > C.M. Torres Novas satisfeita pela reativação do Bloco Operatório

C.M. Torres Novas satisfeita pela reativação do Bloco Operatório

Em conferência de imprensa, que se realizou na segunda-feira, dia 27, o Presidente da Câmara de Torres Novas, Pedro Ferreira, acompanhado pelo vice presidente, Luís Silva, veio a terreiro dar conta da satisfação do município pela reativação do Bloco Operatório do Hospital Rainha Santa Isabel, de Torres Novas.

Pedro Ferreira começou por justificar a conferência de imprensa, pois sendo sobre saúde e sobre o Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), mais concretamente sobre o Hospital de Torres Novas é um tema que «obviamente interessa à população de Torres Novas» e ocupa as preocupações dos autarcas. Lembrou que há anos a esta parte vem dizendo que «um Hospital sem Bloco Operatório quase que não tem razão de ser», por isso insiste em manifestar o seu contentamento, aproveitando para endereçar os parabéns ao Conselho de Administração do CHMT, pois conseguiram restabelecer a atividade do Bloco Operatório sem que esse item constasse no seu plano de trabalhos. «Um Hospital sem Bloco Operatório podem chamar-lhe o que quiserem, mas não é credível enquanto hospital», reforçou.

Na região, disse ainda, «habituámo-nos a ver no Hospital de Abrantes como a grande referência médico-cirúrgica», depois aconteceu a ativação do Bloco Operatório de Tomar. E o de Torres Novas «deixou de ter essa valência a funcionar». Mas recentemente o CHMT foi desafiado pelo Hospital de Santarém a poder utilizar-se do Bloco Operatório de Torres Novas, pois o de Santarém precisa de intervenção. E o Hospital de Torres Novas disponibilizou o seu bloco, chegando até a estudar-se a hipótese de o ceder ao Hospital de Leiria, caso Santarém não mostrasse interesse, recordou.

Luis Lopes

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *