Home > Colaboradores > Madalena Monge > A cidade tem vida

A cidade tem vida

Falta quase uma semana para a noite de Natal. Muitos vivem em cheio esta época. Juntam os familiares em volta duma mesa bem recheada, as crianças correm como libelinhas em volta da árvore de Natal; outros passam esta noite em casa de amigos emocionados com as recordações de outros natais que passaram; e outros tantos passam-no sozinhos, porque os filhos e os netos estão longe ou estão-se pouco borrifando para eles.

Por terras torrejanas o Natal também se vive e de que maneira. Este ano a Autarquia teve a brilhante ideia de abrir a Praça do Peixe para um evento natalício. Visitei o espaço no sábado e fiquei encantada com a decoração, o espaço lúdico, os produtos expostos e o próprio ambiente.

Durante a minha visita fiquei a saber que o doce de laranja do Pafarrão ganhou uma medalha e também o negro, que penso que seja o figo preto também ganhou outra medalha. Temos bons produtos vindos da terra e há que valorizar o que é nosso. Os vendedores estavam contentes e penso que o povo vai aderir.

Senti a cidade com uma energia positiva e vi gente nas ruas. Antes de regressar a casa não podia deixar de ir visitar a barraquinha das farturas do Pina que continuam como sempre uma delícia.

No exterior por onde passei os enfeires de luzes brilhavam intensamente deixando um rasto de esperança. Podem chamar-me sonhadora, mas Torres Novas está a acordar lentamente do marasmo que tem vivido. Com as obras a terminarem, a medicina interna de volta ao nosso hospital e estes eventos penso que estamos no bom caminho. Claro que ainda há muito que fazer e seria uma chatice se vivêssemos num mundo perfeito, no entanto há que acreditar que as coisas podem mudar para melhor.

Antes de terminar deixo aqui uma chamada de atenção para colocarem uma rampa na entrada da Praça do Peixe para que a pessoas com cadeiras de rodas possam entrar.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook