Home > Região > “Kin” de David Marques esteve em palco no Teatro Virgínia

“Kin” de David Marques esteve em palco no Teatro Virgínia

David Marques é um torrejano que se dedicou à dança e à coreografia. Aluno da Maria Lamas seguiu depois a sua carreira, progredindo e trabalhando com nomes mundiais da dança. No sábado, dia 15, voltou ao Teatro Virgínia para aí fazer a estreia de “Kin”, o seu último trabalho.

Antes da estreia David Marques acedeu conversar com “O Almonda”. Explicou que “Kin” é um termo que se usa em antropologia clássica e que se aproxima da definição de “Parentesco”. A peça que apresentou tem muito a ver com um momento particular da sua vida, pois tanto trabalha em Israel – onde está a desenvolver um projeto ligado à dança – como trabalha em Portugal, obrigando-o a várias deslocações. Trabalhou no trabalho “Viagens” de Filipa Francisco – que fez etapa em Torres Novas, e que fazia um encontro entre a dança contemporânea e a tradicional.

Como vive entre dois mundos, Portugal e Israel, nasceu uma interrogação, “Como é que os outros me vêem?”, pensando numa forma da dança poder contribuir para a construção de uma identidade. Como é que um bailarino contemporâneo tem quase um “passe livre” só porque é artista, foi outra interrogação que lhe surgiu, pois move-se à vontade entre os dois mundos e, nas fronteiras, quando diz o que faz ninguém mais o questiona, pois levou com o carimbo de “artista”. Por um lado é bom porque facilita a circulação, por outro fez germinar a sua interrogação.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *