Home > Aldeias > Discórdia e contestação no início das aulas em Parceiros de Igreja

Discórdia e contestação no início das aulas em Parceiros de Igreja

p1_parceiros_grd

Os ânimos exaltaram-se no final da tarde do dia 11 de setembro, na Escola do 1.º Ciclo de Liteiros, quando os encarregados de educação dos alunos da Escola EB1 de Parceiros de Igreja foram convidados a visitar as instalações da primeira para onde os seus alunos irão ser transferidos neste ano letivo.

A notícia do encerramento da Escola de Parceiros de Igreja, pertencente ao Agrupamento Artur Gonçalves, chegou no final do ano letivo passado, quando o Correio da Manhã avançava com a lista de escolas que iriam fechar neste presente ano letivo.

“Ficamos a saber que as escolas com número de alunos inferior a 20 iriam fechar, e a nossa escola em Parceiros de Igreja tinha 18 alunos. Na altura falamos com a Câmara Municipal que assegurou-nos que tudo iria fazer para manter a escola aberta. No dia 10, nós pais recebemos uma carta a dar conta do encerramento da nossa escola, e hoje fomos convidados a visitar a escola de Liteiros que não apresenta condições nenhumas para as crianças”, afirmou a O Almonda Filomena Subtil, representante dos pais do 1.º Ciclo.

Marcou presença nesta reunião em Liteiros o vice-presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Luís Silva, responsável pelo pelouro da educação, o diretor do Agrupamento Artur Gonçalves, professor Acácio Neto, e o presidente da União de Freguesia de Brogueira, Parceiros de Igreja e Alcorochel, Manuel Jorge, assim como os pais dos alunos da escola agora encerrada.

Os pais, descontentes com a decisão do Ministério da Educação em querer encerrar aquela escola, este ano com quinze alunos inscritos, exaltaram-se com as palavras do vice-presidente que afirmou que a Câmara tudo fez para inverter a situação e não se conformam com o encerramento daquele estabelecimento que foi alvo de diversas obras de remodelação no ano passado e que nas suas palavras oferece muito melhores condições que a Escola de Liteiros, a três quilómetros de distância de Parceiros de Igreja.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook