Home > Política > Bloco de Esquerda quis “Quebrar o Silêncio”

Bloco de Esquerda quis “Quebrar o Silêncio”

No rescaldo do Dia Internacional para a Eliminação de Todas as Formas de Violência Contra as Mulheres, assinalado a 25 de novembro, o Observatório de Mulheres Assassinadas (OMA) da UMAR revela que entre janeiro e 20 de novembro de 2013 foram mortas 33 mulheres, vítimas de violência doméstica e houve 32 tentativas de homicídio. A maior parte dos episódios (73%) foram vítimas dos seus atuais ou ex-companheiros.

Este foi o tema em torno do qual surgiu o debate em mais um Sexta D’Ideias organizado pelo Bloco de Esquerda, na noite do dia 22, no Estúdio Alfa.

Apesar da noite estar fria e desagradável mais de duas dezenas de pessoas aceitaram o desafio do Bloco que convidou ao debate e à reflexão desta temática com três atividades todas elas realizadas na semana que passou.

“Quebrar o Silêncio” foi o nome dado a este conjunto de três atividades que tiveram início na quarta-feira, dia 20 de novembro com a visualização de um filme no Estúdio Alfa, “Dou-te os meus olhos” de Icíar Bollaín. Uma iniciativa realizada em colaboração com o CineClube de Torres Novas.

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *