Home > Escolas > Agrup. Escolas Gil Paes > Banco de livros das Bibliotecas do Agrupamento Gil Paes com muita procura

Banco de livros das Bibliotecas do Agrupamento Gil Paes com muita procura

A pouco mais de um mês do início das aulas, já começou a corrida aos manuais gratuitos nos bancos de livros escolares.

O Banco de Livros das Bibliotecas do Agrupamento Gil Paes tem “Livros em Rodagem” que desde o ano o ano letivo de 2010-2011é disso exemplo e tem aliviado a carteira de muitos torrejanos.

Isto quando todos os manuais escolares sofreram um aumento de 2,6% no preço.

Por exemplo um aluno que vá frequentar o 11º ano, o custo com livros pode ascender aos 250 euros.

No espaço de três anos foram muitas as pessoas a entregar livros e a usufruir deste serviço prestado pelas Bibliotecas do Agrupamento Gil Paes.

“Há pouco tempo conseguimos entrega a uma mãe a maior parte dos livros pretendidos. A senhora ficou contentíssima e nós também por poder ajudar”, exemplificou a Professora Ana Canais, responsável pelo projeto.

O projeto “Livros em Rodagem” consiste na recolha de manuais escolares usados para depois serem distribuídos pela comunidade escolar do Agrupamento.

Os objetivos do projeto têm a ver com a promoção da reutilização e reciclagem de manuais escolares, e com a defesa de uma cultura de respeito pelos livros, incentivando a sua partilha e a reutilização.

A iniciativa pretende ainda ajudar a comunidade escolar mais carenciada a poupar nas despesas com a educação e sensibilizar a comunidade educativa, especialmente pais e alunos para os valores da cidadania, entreajuda, solidariedade e partilha de recursos.

Por fim, o projeto quer promover práticas que contribuam para a preservação do ambiente.

O projeto encontra-se a decorrer nas duas bibliotecas do Agrupamento, na escola Manuel de Figueiredo e no Centro Escolar de Assentis e Chancelaria.

Os livros, que podem ir do primeiro ciclo ao nono ano, devem ser entregues em boas condições e estarem atualizados em consonância com os livros adotados pelo Agrupamento Gil Paes.

Depois de recolhidos, os manuais são selecionados pela Biblioteca Escolar e posteriormente distribuídos aos alunos ou famílias que os requisitem, independentemente da condição ou extrato social.

“Qualquer pessoa pode usufruir deste serviço”, explicou a Professora Ana Canais.

“No ato da entrega apenas é pedida a identificação da pessoa e o respetivo contacto”, acrescentou.

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook