Home > Colaboradores > Joaquim Canais Rocha > As Praias dos Torrejanos

As Praias dos Torrejanos

Nos anos cinquenta a Praia da Nazaré, nos meses de Julho e Agosto era invadida por muitas famílias torrejanas. Porque era a praia mais próxima da então vila de Torres Novas e por outro lado por ser uma praia muito popular – era a praia do Povo – onde todos se sentiam bem. O transporte principal era nas carreiras da Empresa Claras, que diariamente faziam essas viagens. A Nazaré já era conhecida mundialmente, através do cinema e do Rancho Tá-Mar. Mas o maior espectáculo que acontecia nesta praia era a chegada dos barcos carregados de sardinha e depois de ultrapassar a ondulação à beira-mar, eram puxados por juntas de bois. Muitos turistas assistiam a esta azáfama piscatória porque para eles tudo era novidade. Vários anos que ali acampámos servimos algumas vezes de cicerone a turistas franceses, porque na época o francês era a língua mais falada. Rancho «Tá-Mar» em 1961 Arrasto dos barcos O Forte de Peniche antes de Abril Foram tempos muito bons de vivência campista e que jamais esqueceremos. Para os mais endinheirados, porque as classes faziam a diferença, muitas famílias torrejanas escolhiam as praias de S. Martinho do Porto e da Figueira da Foz para passarem as suas férias. Mais tarde os torrejanos foram descobrindo outras praias, como Peniche com o seu belo porto de pesca e uma visita à Ilha das Berlengas. Todavia a cadeia do Forte de Peniche incomodava os turistas que ficavam atónitos ao saberem que ali estavam presos democratas por terem ideias diferentes. A seguir outras famílias torrejanas começaram a ir para o Pedrógão, praia da Vieira e por fim para S. Pedro de Moel.

O Algarve não era ainda, como é hoje, um destino de férias para os torrejanos. Mas isso não impediu que estivéssemos na Praia da Rocha, em Portimão e na Praia de Lagos. É possível que possam existir outras praias que também foram visitadas por famílias da cidade. Contudo estas praias que atrás citámos eram as mais preferidas dos torrejanos. Há quem diga até que em três veraneantes a passear na Nazaré, dois eram torrejanos. Mais tarde descobrimos a Praia de Mira, onde passámos vários anos as nossas férias. Com a evolução da sociedade as pessoas foram fazendo novas opções, escolhendo outros destinos fora de Portugal. Mas a Nazaré ficará sempre ligada aos torrejanos, que ainda hoje a procuram. Esta praia está de volta à ribalta do turismo mundial através do surfista MacNamara, depois de ter sobrevoado a onda gigante que o levou à fama em todo o mundo.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *