Home > Desporto > Torrejano fez a costa portuguesa de lés a lés em passo de corrida

Torrejano fez a costa portuguesa de lés a lés em passo de corrida

O torrejano Pedro Coelho decidiu correr o país em passo de corrida, do Minho ao Guadiana, numa maratona que durou 24 dias, num total de 1052 quilómetros da costa continental e que terminou nesta terça-feira, dia 6 de agosto.

A partida foi feita de Caminha,  no dia 14 de julho. Desde então já correu em quase todo o tipo de terreno: areia, falésias, trilhos, canaviais, estradas alcatroadas e por vezes até lagoas e ribeiras, que teve de cruzar com água pela cintura. Ao todo foram 900 Km divididos por vinte e quatro etapas, algumas com mais de nove horas de duração.

Pedro Coelho, professor de Educação Física de  45 anos, casado e pai de dois filhos, nasceu

em Torres Novas, mas cedo foi viver para Santarém com os seus pais. O ingresso no ensino superior em 1987, na Escola Superior de Educação de Castelo Branco onde se licenciou  Educação Física viria a condicionar a construção da sua vida profissional e familiar naquela cidade.

O Almonda falou com Pedro Coelho e quis saber como começou esta aventura.

Esta ideia surgiu por acaso, como uma brincadeira e depois foi amadurecendo. Há  2 anos atrás comecei a participar de ultramaratonas com o intuito de um dia poder participar do Ultra Trail du Mont Blanc (UTMB) e para tal, deveria acumular pontos que podiam serem adquiridos na participação de algumas provas de elevada dureza. Consegui os 7 pontos que necessitava. Entretanto, nos 2 primeiros anos de pré-inscrição para o  Ultra Trail du Mont Blanc , o acesso é por sorteio. Somente no 3º ano, mantendo-se os pontos, o acesso é direto. Em Janeiro de 2013 não fui sorteado e disse à minha família que sendo assim, faria o país de norte a sul pela costa litoral durante as férias de verão de 2013, tendo todos apoiado a ideia, que foi ganhando cada vez mais força. E assim se deu um primeiro passo de um projeto que foi amadurecendo e foi sendo construído com a ajuda de alguns bons amigos”

Célia Ramos

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook