Home > Região > Escola Superior de Educação procura parceiro económico que a viabilize

Escola Superior de Educação procura parceiro económico que a viabilize

O tic tac do relógio é o grande inimigo da APEF, a associação que faz a gestão da Escola Superior de Educação de Torres Novas. Até 31 de agosto terá de ser encontrada uma solução que viabilize a continuidade da escola, permitindo que esta continue a funcionar.

O Presidente da direção da APEF, Manuel Bento, confirmou a “O Almonda” que foram enviadas as cartas de rescisão de contrato aos professores e funcionários, como medida de salvaguarda dos direitos dos trabalhadores. Se até 31 de agosto não se encontrar uma solução a escola irá mesmo encerrar as portas.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook