Home > Região > Quercus critica abate de olival em Torres Novas

Quercus critica abate de olival em Torres Novas

A associação ambiental Quercus criticou na terça-feira, dia 28, o abate de um olival com mais de 1.400 árvores em Torres Novas, reclamando do Ministério da Agricultura a “definição de políticas claras” sobre a valorização do olival tradicional.

Em comunicado, a Quercus afirmou que o corte de milhares de oliveiras na Quinta do Bonflorido, no concelho de Torres Novas, com o objetivo de converter a área em cultura de regadio, “despreza o potencial existente para produção de azeitona e azeite de qualidade, afetando a produção do ano e a biodiversidade existente em plena primavera”.

Segundo a associação ambientalista, só no caso da Quinta do Bonflorido foi dada autorização para o arranque de 1.420 oliveiras em cerca de uma dezena de hectares pela Direção Regional de Agricultura do Ribatejo e Oeste à Sociedade Agrícola do Bonflorido.

Deixe-nos o seu comentário pelo facebook