Home > Colaboradores

O meu gato

O meu gato, de seu nome Alcion, apareceu aqui, sem nome e sem história, vindo não sei donde e acoitou-se num canto do telheiro. Suspeito que foi abandonado, posto na rua, e em vez de ficar gato vadio, um sem-abrigo, escolheu-me como dono. O espertalhão saberia que eu, como vivo

Read More

Milho amarelo

Azinhaga, Mato de Miranda, Pombalinho. Campo que já foi olival. Dantes havia sardões – disse o Prémio Nobel. Adiante! Não interessa pensarmos demasiado no passado, pode ser sinal de caminhar pra velho! O projeto tem que se lhe diga. Uma nova agricultura: produzir biodiversidade continuando competitiva e economicamente sustentável. Do séc.

Read More

Desorientação a mais

Quase todos os dias leio, nos jornais, notícias, abaixo-assinados, verdades insofismáveis e o seu contrário sobre Portugal agora e nos gloriosos tempos dos “Descobrimentos”. Escrevo entre aspas “Descobrimentos” porque só a palavra exaspera não só alguns bem pensantes da nossa praça como agora um abaixo-assinado de individualidades das nossas antigas

Read More

Estou anestesiado

Ah, grande invento é esta coisa da televisão. Parece que todos os canais combinam para me anestesiar. Horas e horas, serões inteiros, aí temos o futebol tomando conta absoluta das nossas vidas, enfim, tornando-nos felizes. Analistas, comentadores, peritos no pontapé e na finta, esmeram-se em esclarecer-me sobre a mão na

Read More

“Meninos” sentados à mesa

A “malta”, embora educada noutros tempos, não é retrógrada. E os mestres Silva Paiva e Oliveira aprovariam. Progrediram de tal maneira que abraçaram o multiculturalismo. Portanto, cumpre-nos começar por saudar os/as leitores/leitoras, independentemente da raça, religião, cores políticas e futebolísticas, géneros (bi/trans/neo) e por aí adiante. Como se dizia nessa

Read More

Dar voz às nossas raízes

Através das redes sociais soube que o Rancho Folclórico “Os Camponeses de Riachos” foi confraternizar e atuar para a comunidade portuguesa em Newark nos Estados Unidos da América. Que sortudos. Pois são. Mas trabalham para isso acontecer. Todos têm as suas famílias, os seus empregos e mesmo assim estão presentes nos ensaios semanais. E não pensem que é sempre

Read More

Meu querido Portugal

Escrevo-te porque, ultimamente, muitos dos teus filhos ilustres, têm posto em dúvida tudo aquilo que realizaste através dos mares a partir do século XV. Dizem eles que conquistaste terras que não eram tuas, massacraste muita gente, escravizaste outras tantas. Uma vergonha! Levantam tantas polémicas que eu, pobre desconhecido, fico desnorteado se te hei-de chamar herói, se

Read More

KM71

À saída da Golegã para a Azinhaga. A fauna do costume. Pela expoégua. Do lado de lá da estrada, no estacionamento encostado ao milho, à sombra grande dos plátanos: um acampamento de ciganos. Picadeiro improvisado, alguns cavalos, um cavaleiro, raparigas de longos cabelos negros. A seguir ao museu da fotografia quando se desce em direção à

Read More

A Morte de Sidónio Pais

O Sidonismo foi a primeira experiência nacional dum regime autoritário, assente em princípios corporativos, que, sob um regime presidencialista, se estruturava politicamente num partido, o Partido Nacional Republicano, nas Juntas Militares, na polícia preventiva, na censura, num parlamento onde intervêm as forças económicas e sociais. Perseguira, prendera e exilara, os democráticos de Afonso Costa,

Read More

A pinheira

Paro o carro debaixo da árvore. Saio. No miradouro aberto sobre a paisagem, empedrado, está um homem sentado. Bom dia. Bom dia. No ar está suspensa uma humidade que torna tudo muito limpo. Bonita vista…. Concorda comigo mas não se levanta, fica de costas, virado às casas. Uma pessoa que esteja aqui todos os dias já deve estar habituada… Levanta-se finalmente

Read More

A Administração do Concelho no Período Sidonista (1918)

Órgão criado pelo Liberalismo (Dec. de 25/4/1835, consolidado pelo Cód. Admin. de 31/12/1836), representava no concelho o governo central. Foi extinto em 31/12/1927, passando os seus funcionários para o quadro da Câmara, a gestão para o presidente da Comissão Administrativa e em 1928, para um vereador responsável por esse sector.

Read More

Ao Bom Povo da Brogueira, terra de minha mãe. Depois das eleições presidenciais de 1958, Humberto Delgado (1906-1965) sofreria ferozes ataques perpetrados pelo regime fascista. Nunca lhe perdoaram a veleidade de afrontar o seu chefe supremo e de ter posto em causa as fraudulentas eleições. Por outro lado, havia por parte

Read More

Os velhos

Há dois mil anos, na cidade de Roma, antes do aparecimento de Cristo, um grande escritor falava assim da velhice: “A velhice priva o homem dos prazeres. Se se faz menção da volúpia, é isso um extraordinário privilégio, pois a velhice ficaria, então, livre da tirania das paixões que enfraquecem

Read More

O sobreiro assobiador

Uma árvore monumental portuguesa é a árvore europeia do ano. O sobreiro, árvore nacional, é uma das três espécies protegidas legalmente como a azinheira e o azevinho. As áreas florestais ocupam 35,4% da área em Portugal. Continuamos a ser os maiores produtores mundiais de cortiça, embora a sua área, 23%

Read More

Figuras de relevo

Nem sempre os doutorados ou licenciados, os grandes empresários de sucesso, os escritores e pintores de renome, os gestores de prestígio e os ricos em geral, bem posicionados na sociedade, atingem a notoriedade popular que merecem, mas em Torres Novas, sempre existiram figuras de admiração e para quem a população

Read More

O último número de “O Torrejano”

Jornal republicano, de cariz democrático, surgido nos finais de 1915 (26/12), sendo director e proprietário Artur Gonçalves, editor e administrador seu filho Artur Vergílio Arês de Vasconcelos, termina, encerrado pela acção da censura sidonista, no seu n.º 104, em 10/2/1918. Nos seus 104 números espelha-se a opinião duma personalidade de ideologia democrática,

Read More

1918 – Da implantação do Sidonismo ao fim da «República Nova»

1918 marca uma viragem na política portuguesa desde a queda da monarquia e a implantação da República. A revolução Sidonista coloca o Partido Democrático na ilegalidade, submete os interesses da sociedade portuguesa a um regime autoritário, ainda que sem se desdizer, republicano; o Partido Unionista, que numa primeira fase é

Read More