Home > Crónicas

A Morte de Sidónio Pais

O Sidonismo foi a primeira experiência nacional dum regime autoritário, assente em princípios corporativos, que, sob um regime presidencialista, se estruturava politicamente num partido, o Partido Nacional Republicano, nas Juntas Militares, na polícia preventiva, na censura, num parlamento onde intervêm as forças económicas e sociais. Perseguira, prendera e exilara, os democráticos de Afonso Costa,

Read More

A pinheira

Paro o carro debaixo da árvore. Saio. No miradouro aberto sobre a paisagem, empedrado, está um homem sentado. Bom dia. Bom dia. No ar está suspensa uma humidade que torna tudo muito limpo. Bonita vista…. Concorda comigo mas não se levanta, fica de costas, virado às casas. Uma pessoa que esteja aqui todos os dias já deve estar habituada… Levanta-se finalmente

Read More

A Administração do Concelho no Período Sidonista (1918)

Órgão criado pelo Liberalismo (Dec. de 25/4/1835, consolidado pelo Cód. Admin. de 31/12/1836), representava no concelho o governo central. Foi extinto em 31/12/1927, passando os seus funcionários para o quadro da Câmara, a gestão para o presidente da Comissão Administrativa e em 1928, para um vereador responsável por esse sector.

Read More

Ao Bom Povo da Brogueira, terra de minha mãe. Depois das eleições presidenciais de 1958, Humberto Delgado (1906-1965) sofreria ferozes ataques perpetrados pelo regime fascista. Nunca lhe perdoaram a veleidade de afrontar o seu chefe supremo e de ter posto em causa as fraudulentas eleições. Por outro lado, havia por parte

Read More

Os velhos

Há dois mil anos, na cidade de Roma, antes do aparecimento de Cristo, um grande escritor falava assim da velhice: “A velhice priva o homem dos prazeres. Se se faz menção da volúpia, é isso um extraordinário privilégio, pois a velhice ficaria, então, livre da tirania das paixões que enfraquecem

Read More

O sobreiro assobiador

Uma árvore monumental portuguesa é a árvore europeia do ano. O sobreiro, árvore nacional, é uma das três espécies protegidas legalmente como a azinheira e o azevinho. As áreas florestais ocupam 35,4% da área em Portugal. Continuamos a ser os maiores produtores mundiais de cortiça, embora a sua área, 23%

Read More

Macaquinhos de imitação

Quantos de nós, na sua meninice, não ouvimos dos nossos pais ou dos nossos professores esta expressão: “pois é, sois uns macaquinhos de imitação”. As ocasiões para que nos repreendessem com esta expressão, eram geralmente acontecimentos em que nós, crianças, queríamos imitar os mais velhos e as consequências eram sempre desastrosas. Com esta introdução pretendo pôr em evidência a nossa mania

Read More

Mal-humorados

Quando vemos alguém, nosso amigo, com um rosto fechado e triste, logo exclamamos: “parece que todos te devem e ninguém te paga!”. De facto, nos tempos que correm os nossos concidadãos, apesar de todas as promessas políticas, andam acabrunhados e quanto mais cultura têm mais acabrunhados parecem. Sempre ouvi dizer

Read More

1918 – Da implantação do Sidonismo ao fim da «República Nova»

1918 marca uma viragem na política portuguesa desde a queda da monarquia e a implantação da República. A revolução Sidonista coloca o Partido Democrático na ilegalidade, submete os interesses da sociedade portuguesa a um regime autoritário, ainda que sem se desdizer, republicano; o Partido Unionista, que numa primeira fase é

Read More

Os afetos

Por mais teorias que se estabeleçam em relação à humanidade, há factos que só se explicam por aquilo que temos de mais profundo: o amor. Aliás para aqueles que leem os Evangelhos com o coração, a mensagem de Cristo pode resumir-se nessa palavra. Para o provar vou contar uma pequena

Read More

Um dérbi de emoções

O Clube Desportivo de Torres Novas e o Clube Atlético Riachense mediram forças no primeiro jogo da segunda volta do Campeonato distrital e foram os alvi-negros quem teve melhor eficácia dentro de campo. Os Amarelos sofreram no passado domingo a segunda derrota consecutiva tendo começado a segunda volta da pior

Read More

Cruzada das Mulheres Portuguesas de Torres Novas

A 20/3/1916, por iniciativa da mulher do presidente da república Bernardino Machado, D. Elzira Dantas Machado, tomou forma a Cruzada das Mulheres Portuguesas, com figuras da família de ministros e deputados. O seu objectivo essencial assentava na assistência material e moral a pessoas e entidades que sofriam as consequências da

Read More